Saúde

Mutirões da saúde, novos equipamentos, vacinação e muto mais

  • Mutirões da saúde
    Tratado como prioridade pelo prefeito Marcelo Crivella, a diminuição da fila do Sistema de Regulação do município, o SISREG, vem sendo gradualmente alcançada a partir da realização de mutirões de cirurgias. Desde 28 de janeiro, 5.655 pessoas passaram por procedimentos cirúrgicos reduzindo o número de pacientes em espera de 8.184 para 2.529. Com isso, temos hoje uma quantidade menor de pessoas nas filas das cinco especialidades mais procuradas no Sistema, que são: oftalmologia, urologia, ginecologia (laqueadura), cirurgia pediátrica, cirurgia geral (hérnia).
  • Aumento na oferta de vagas
    Para ampliar a oferta de dois dos serviços com maior demanda no SISREG foi inaugurado no Hospital Municipal Miguel Couto, o Setor de Endoscopia e Colonoscopia Dr. Edison Paixão.
  • Entrega de novos equipamentos
    Foram convocados 518 profissionais concursados - entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. Só em 2017, já são 1.711 novos profissionais reforçando os quadros da rede municipal de saúde. Outros 978 médicos temporários também foram contratados.
  • Diminuição do risco de transmissão de doenças
    A queda do índice de infestação (LIRAa) entre janeiro e março, foi obtida com a campanha “Aqui mosquito não se cria”. O índice passou de 0,97% para 0,8%, mantendo o município na faixa de baixo risco para as doenças transmitidas pelo vetor. O resultado é o menor da história para o mês de março.
  • Mobilização para vacinação
    No dia 25 de março a SMS realizou uma mobilização para a vacinação contra a febre amarela em todas as suas unidades, que funcionaram naquele sábado em horário extraordinário, das 8h às 17h. Somente neste dia, 225.203 pessoas foram vacinadas, totalizando quase 1 milhão de pessoas imunizadas desde o início do ano.
  • Terceiro turno de cirurgias no Salgado Filho
    O Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, iniciou em junho o terceiro turno de cirurgias eletivas na unidade, medida que vai contribuir para acelerar a fila dos pacientes que aguardam por procedimentos que não são considerados de urgência ou emergência. O terceiro turno também vai contribuir para a redução do tempo de espera dos usuários no Sistema de Regulação (SisReg). A expectativa é aumentar em 20% o número de cirurgias eletivas mensais, que atualmente é de cerca de 300 procedimentos.